sábado, 24 de abril de 2010

Detroit Rock City

Detroit Rock City (Detroit Rock City, EUA, 1999) – Nota 7
Direção – Adam Rifkin
Elenco – Edward Furlong, Sam Huntington, James DeBello, Giuseppe Andrews, Melanie Linskey, Natasha Lyonne, Lin Shaye, Shannon Tweed, Emmanuelle Chriqui.

Em 1978 quatro adolescentes (Edward Furlong, Sam Huntington, James DeBello e Giuseppe Andrews) vivem em Cleveland e são fãs obcecados pela banda Kiss, inclusive tendo um banda cover dos ídolos chamada Mistery. Quando o sonho dos quatro garotos de ver um show ao vivo do Kiss em Detroit está para se realizar, após eles terem ganho quatro ingressos num concurso de uma rádio, a mãe religiosa (Lyn Shaye) de um deles descobre e por achar que o Kiss era coisa do diabo, queima os ingressos. Mesmo assim os quatro decidem viajar até Detroit e encontrar alguma forma de assistir ao show, este é o início de um engraçado road movie com um trilha sonora repleta de sucessos do Kiss e do rock da época.

Recomendo está simpática para comédia principalmente para todos que gostam de rock, que com certeza irão se divertir com as piadas e as confusões que os garotos se metem para conseguir realizar o sonho de ver o Kiss ao vivo.

Como curiosidade, o título do filme é o mesmo de umas músicas mais famosas do Kiss.

3 comentários:

Mateus, O Indolente disse...

É um filme que funciona apenas para os fãs de Rock - do Kiss, para ser mais específico.

Eu, como fã de Rock e do Kiss, gosto, hehe. Leve e divertido.

Abraço.

O Cara da Locadora disse...

O filme acaba sendo mesmo para fãs do rock 'n' roll, como disse o Mateus, mas acredito que funciona, de uma maneira geral, como uma comédia masculina.
Eu não sou lá fã do Kiss e me diverti mais que demais com esse filme. Rockeiro que é rockeiro se imagina numa situação dessas, seja qual for sua banda preferida =P

Hugo disse...

Mateus - O filme foi feito para este público e com certeza funcionou.

Nespoli - A história é engraçadas e as citações sobre o mundo do rock são bem legais. Eu gosto do gênero, por isso o filme me agradou bastante.

Abraço