sexta-feira, 30 de abril de 2010

Giuliano Gemma e o Western Spaghetti

O sucesso dos westens americanos foi tão grande no mundo, que gerou na Itália o sub-gênero chamado de "Western Spaghetti". Estes filmes geralmente eram protagonizados por algum ator americano do segundo escalão ou um italiano usando pseudônimo, inclusive pelos diretores e eram exagerados nas interpretações e nas cenas de tiroteio, onde o mocinho disparava uma quantidade enorme de balas e nunca era atingido.

Clint Eastwood em início de carreira, Lee Van Cleef e Eli Wallach foram alguns dos americanos que fizeram fama com estes filmes, mas o grande astro italiano foi Giuliano Gemma. Aqui eu cito quatro filmes estrelados por ele, sendo o principal "O Dólar Furado", primeiro grande sucesso de Gemma.

O Dólar Furado (Um Dollaro Bucato, Itália, 1965) – Nota 7
Direção – Calvin Jackson Padget (Giorgio Ferroni)
Elenco – Giuliano Gemma, Evelyn Stewart.
O soldado Gary (Giuliano Gemma) volta da guerra e resolve ajudar a população da sua cidade para matar o pistoleiro Black Jack, que assassinou várias pessoas no local. Apenas na hora do confronto ele descobrirá que o bandido é seu irmão. Este western spaghetti poderia ser apenas mais, porém se transformou num dos grandes clássicos do gênero. Neste filme Gemma usou ainda o pseudônimo de Montgomery Wood, mas com o sucesso do longa passou adotar seu verdadeiro nome nos trabalhos posteriores. O título do longa se refere a uma cena onde Gemma leva um tiro no coração mas acaba sendo salvo por uma moeda.

O Dia da Ira (Il Giorni Dell’ira, Itália, 1967) – Nota 6,5
Direção – Tonino Valeri
Elenco – Giuliano Gemma, Lee Van Cleef.
O desajeitado Scott (Giuliano Gemma) vive numa pequena cidade do velho oeste não sendo respeitado por ninguém, até que o caçador de recompensas Frank Talby (Lee Van Cleef) chega no local e os dois iniciam uma amizade. Frank está a caça de um foragido e quando sai da cidade para continuar a perseguição, leva Scott como seu aluno para ensiná-lo a se defender. Juntos enfrentarão ainda uma gangue de bandidos. Este é um dos bons faroestes italianos, que fez sucesso principalmente pela química entre o mocinho Gemma e o carrancudo Lee Van Cleef.

Dois Anjos da Pesada (Anche Gli Angeli Mangiani Fagioli, Itália, 1973) – Nota 6
Direção – E. B. Clucher (Enzo Barboni)
Elenco – Giuliano Gemma, Bud Spencer.
O lutador Charlie (Bud Spencer) e o vendedor de sorvetes Sonny (Giuliano Gemma) são amigos e acabam sendo confundidos com os assassinos de um importante gângster. Eles deixam a mentira tomar força e se fazem passar por gângsters também, o que irá gerar muitas confusões e divertidas brigas. O diretor Enzo Barboni foi o responsável por alguns filmes da dupla Bud Spencer e Terence Hill, mas aqui tem o astro Giuliano Gemma no lugar de Hill e cria uma engraçada cópia dos filmes americanos sobre a máfia. Este filme passou nos cinemas com a tradução original do título, chamada “Os Anjos Também Comem Feijão”.

O Último Samurai do Oeste (Il Bianco, Il Giallo, Il Nero, Itália, 1975) – Nota 5
Direção – Sergio Corbucci
Elenco – Giuliano Gemma, Tomas Millian, Eli Wallach.
No velho oeste o honesto advogado Black Jack Gideon (Eli Wallach) é obrigado a se juntar a um charmoso ladrão chamado Stetson (Giuliano Gemma) e ao japonês Sakura (Eli Wallach), para resgatar um pônei sagrado sequestrado por um bando de malfeitores. Enquanto o advogado procura justiça, Stetson pensa em lucrar e Sakura quer o pônei de volta. Esta estranha história que mistura faroeste e Kung Fu, copia em parte o clássico “Três Homens em Conflito”, desde o título original, até a disputa entre os três personagens principais.

4 comentários:

Wally disse...

Tenho pouco interesse nestes filmes. Sou muito flexível então abraço todos os gêneros, mas o faroeste é o que tem que ralar mais para me agradar. Existem obras brilhantes do gênero, porém.

Hugo disse...

Wally - O gênero tem obras fantásticas, agora esta postagem é sobre um sub-gênero, as cópias italianas, que tiveram Giuliano Gemma como um dos seus grandes astros.

Abraço

roberto disse...

Os filmes antigos de western tem classicos como: NOS TEMPOS DAS DELIGENCIAS / RASTROS DE ODIO / OS BRUTOS TAMBEM AMAM / DOLAR FURADO / POR UM PUNHADO DE DOLARES e tc , etc..saoexelentes filmes.
Hoje em dia tem uns q merecem ser divulgados como: OS IMPERDOAVEIS / PACTO DE JUSTIÇA e o fantastico: TOMBSTONE. Como gostaria que os produtores fizessem filmes como estes acima hoje com as condiçoes tecnologica..seria o maximo!!. Sou fascinado por estes filmes.

Germano / Uberlandia - mg.

Hugo disse...

Germano - É uma pena que gênero western tenha sido deixado de lado por Hollywood. Mesmo com a imensa quantidade de clássicos, o gênero ainda poderia render bons filmes.

Para quem gosta, vale esperar algum filme esporádico.

Abraço