sábado, 3 de abril de 2010

O Terceiro Tiro

O Terceiro Tiro (The Trouble with Harry, EUA, 1955) – Nota 7,5
Direção – Alfred Hitchcock
Elenco – John Forsythe, Edmund Gwen, Shirley MacLaine, Mildred Natwick, Mildred Dunnock, Jerry Mathers, Royal Dano.

Ontem o cinema perdeu o veterano ator John Forsythe aos noventa e dois anos. Seu papel de maior destaque foi o do patriarca do seriado "Dinastia", além de ter feito a voz do personagem Bosley no seriado "As Panteras". No cinema ele trabalhou em diversos filmes, como "Justiça para Todos" com Al Pacino e o clássico "À Sangue Frio".

Este "O Terceiro Tiro" se passa numa pequena cidade de New England, onde o velho Albert (Edmund Gwen) sai para caçar coelhos na floresta e após efetuar três disparos encontra um homem morto. No mesmo momento aparece o garoto Arnie, filho da jovem Jennifer (Shirley MacLaine ainda bem garota) que acredita também ter matado o homem, mesmo usando uma espingarda de plástico. Preocupados, os três resolvem enterrar o sujeito, porém uma senhora (Mildrer Natwick) acaba também vendo o homem morto. Esta senhora por um outro motivo também acredita que ela pode ter sido a culpada pela morte do homem. Este é o início de uma confusão que ainda terá a participação de Sam (John Forsythe), o interesse romântico de Jennifer, que ajudará a enterrar e desenterrar o corpo por três vezes, sempre para confirmar se uma destas pessoas realmente matou o sujeito.

Apesar de hoje ser um filme quase esquecido de Hitchcock, o longa é um primor do humor negro, onde os personagens estão mais preocupados em provar que não são os culpados pela morte do homem, do que descobrir quem é o sujeito.

4 comentários:

thicarvalho disse...

Ótima lembrança Hugo, um dos meus filmes prediletos de Hitchicok. Com uma trama cheia de humor-negro, e muitas reviravoltas, a história se desenvolve de maneira muito interessnte. Além de tudo, tem um desfecho mto interessante, com a cara do mestre do suspense. Valeu pela lembrança. Grande abraço.

www.cinemaniac2008.blogspot.com

Hugo disse...

Thiago - Tem a marca de Hitch tanto no humor negro, quanto nas complexidade da trama.
É uma ótima diversão.

Abraço

Kahlil Affonso disse...

Certamente um dos melhores exemplos do cinema de Hitchcock. Um dos meus favoritos!

http://cinemaemdvd.blogspot.com/

Hugo disse...

Kahlil - Toda a obra é de Hitch merece ser vista, foi um diretor espetacular.

Abraço