domingo, 25 de dezembro de 2011

Dia 11 - Melhor Drama

A Lista de Schindler (Schindler’s List, EUA, 1993) – Nota 10
Direção – Steven Spielberg
Elenco – Liam Neeson, Ben Kingsley, Ralph Fiennes, Caroline Goodall, Jonathan Sagall, Embeth Davidtz.

Poderia citar diversos filmes como melhor drama. Lembrei de “Cidadão Kane”, “Asas do Desejo”, “A Felicidade Não se Compra” e “O Pianista”, entre outros, porém ficarei com “A Lista de Schindler”. 

O longa conta a história do empresário alemão Oskar Schindler (Liam Neeson) que em 1939 após a Alemanha invadir a Polônia, compra uma fábrica falida na Cracóvia e contrata trabalhadores judeus para fornecer produtos aos nazistas. A princípio sua idéia é lucrar pagando quase nada de salário aos judeus, porém ao contratar o judeu Itzhak Stern (Ben Kingsley) para gerenciar o local, percebe que precisará ajudar os trabalhadores para evitar que sejam assassinados pelos nazistas. 

Tendo boa relação com os nazistas, Schindler e Stern conseguem subornar vários oficiais e ainda manter um certa relação com o sanguinário Amon Goeth (Ralph Fiennes), sujeito desequilibrado responsável por manter a ordem na cidade. 

O filme concorreu a doze prêmios Oscar e venceu sete, de Melhor Filme, Diretor, Trilha Sonora com John Williams, parceiro habitual de Speilberg, Direção de Arte, Edição, Fotografia com o polonês Janusz Kaminski e Roteiro Adaptado pelo também diretor Steven Zaillian. 

O longa é praticamente perfeito na parte técnica, com um roteiro que mescla com qualidade drama e violência, tudo isso valorizado pelo ótimo elenco. Neeson está competente como Schindler, Ben Kingsley dispensa comentários e Ralph Fiennes assustador como oficial nazista de coração gelado.

3 comentários:

Fábio Henrique Carmo disse...

É muito difícil escolher um "melhor drama", mas gostei da sua escolha, até pela grande relevância da temática. Este é, provavelmente, o melhor filme de Steven Spielberg. Abraço!

Hugo disse...

Fábio - A temática forte foi um dos motivos da minha escolha.

Abraço

Jefferson Clayton Vendrame disse...

Grande Hugo, Como vai? Cara, realmente como disse o Fábio acima, é muito difícil escolher um drama. O ponto inicial para essa escolha na minha opinião e escolher um filme que não apele para o dramalhão, (tipo como fazem as novelas made in Mexico) kkkk existem filmes que forçam a barra como nunca esqueço um produzido em 1993 chamado "A Casa do Espíritos" meu Deos, o que era aquilo...kkkk
Mas enfim, você optou muito bem, A Lista de Schindler é drama verdadeiro original e sem piegas, não é forçado, não tem exageros, obra de arte pura e o que mais incomoda: é tudo verdade.

Parabéns pelo ótimo Post

Abração